4 Alimentos Com Gorduras Saudáveis a Sua Saúde

4 Alimentos Com Gorduras Saudáveis a Sua Saúde

Desde a constante demonização das gorduras dos alimentos, as pessoas começaram cada vez mais a comer carboidratos refinados, açucares e comidas processadas na tentativa de evitar os males que a gordura poderia causar para sua saúde.

Como resultado dessa migração alimentícia para produtos não-naturais e carboidratos, o mundo todo ficou mais doente e mais gordo. Esse choque afetou principalmente a parte ocidental do mundo, e foi um choque menor em países na região Asiática.

No entanto, os tempos mudaram, e com eles, os focos de estudos científicos também. Atualmente, existem diversos estudos que comprovam os benefícios de uma alimentação rica em gorduras, inclusive da famosa gordura saturada, a que antes era apontada como principal causa de doenças cardíacas.

Todas as comidas saudáveis que antes simplesmente tinham gordura, agora são consideradas ainda mais saudáveis por causa delas, subindo a um novo patamar da nutrição alimentícia, sendo assim chamadas de “super comidas”.

1. O abacate

Ao contrário da maioria das frutas, que primariamente contém carboidratos em sua composição, o abacate é rico, e muito, em gorduras. O abacate chega a ter 77% de gordura em sua composição, superando até mesmo alimentos de fonte animal na composição de gordura.

O seu principal ácido fático é uma gordura monossaturada chamada ácido oleico. Esse é o mesmo ácido fático presente no azeite de oliva e associado a diversos benefícios a saúde.

Abacates também são excelentes fontes de potássio, considerada na verdade uma das melhores fontes para esse nutriente, contendo até 40% a mais de potássio que uma banana, a fruta tipicamente conhecida por esse nutriente.

Além disso são excelentes fontes de fibras, e estudos comprovam que eles conseguem diminuir triglicerídeos e o colesterol LDL, enquanto aumenta o colesterol HDL, conhecido como o colesterol “bom”.

E, mesmo sendo ricos em carboidratos e gorduras, estudos comprovaram a sua eficiência no combate a perda de peso. Pessoas que comem abacate costumam ser mais magras do que aquelas que não comem.

2. Queijo

O queijo é um alimento com uma incrível densidade nutricional. Isso faz até sentido quando se pensa na quantidade de leite usada para produzir uma simples fatia de queijo. Para uma fatia um pouco grossa, se usa um copo inteiro de leite.

Deleite-se ao saber que o queijo, além de um alimento extremamente saboroso, é uma fonte de nutrientes como a vitamina B12, cálcio, fósforo e selênio, além de diversos outros nutrientes em quantias menores. O queijo também é rico em proteínas, sendo que uma simples fatia tem até 6.7 gramas.

Como outros derivados de laticínios, o queijo também possui poderosos ácidos fáticos, que de acordo com estudos são ótimos para lidar com problemas de saúde, como a diabetes tipo 2.

3. Chocolate amargo

O chocolate amargo é certamente aquela rara combinação entre um alimento saudável e um alimento incrivelmente saboroso.

Não é todo mundo que sabe, mas o chocolate que normalmente comemos tem uma quantia muito pequena de cacau. Quanto mais puro o chocolate, e quanto maior sua composição de cacau, mais amargo e forte é seu sabor.

E é isso que a porcentagem na embalagem de certos chocolates demonstra. E existem de diversas porcentagens. 20%, 35%, 50%, 65%. O problema é que esses com uma composição relativamente baixa de cacau não são tão saudáveis, afinal a parte das gorduras saudáveis do chocolate amargo vem da fruta de sua origem, o cacau.

Para o consumo saudável, é recomendado sempre chocolates amargos acima de 70% de cacau. Somente eles você terá a garantia de estar comendo um chocolate com pelo menos 65% de gorduras a mais que os mais comuns. Além disso, esses chocolates são ricos em fibras, RDA, ferro, magnésio, cobre e manganês.

4 Alimentos Com Gorduras Saudáveis a Sua Saúde

O chocolate amargo também é rico em antioxidantes. Aliás, é um dos alimentos mais ricos em antioxidantes de todos, superando até mesmo o famoso mirtilo nesse ponto.

Alguns desses antioxidantes têm potencial de ativador biológico. Assim, a alimentação com chocolates amargos permite que você abaixe sua pressão sanguínea e protege seu colesterol LDL da oxidação.

Estudos também demonstram que pessoas que comem constantemente chocolate amargo tem um risco reduzido de sofrer de doenças cardíacas. A taxa recomendada é comer chocolate amargo pelo menos 5 vezes por semana ou mais.

Alguns outros estudos comprovam também benefícios do chocolate amargo para a melhora das funções cerebrais e proteção da sua pele.

E afinal, quem irá realmente reclamar de comer chocolate, mesmo que o amargo, ao menos uma vez por dia? É até difícil comer demais, pois ele também provê saciedade quando comido.

4. Óleo de coco

Um dos alimentos mais ricos em gorduras saturadas do mundo é o coco, e um produto dele, o óleo de coco. Cerca de 90% dos ácidos fáticos presentes no óleo de coco são saturados.

Apesar de ser composto de tantas gorduras saturadas, populações que consomem óleo de coco em um ritmo diário quase nunca tem problemas cardíacos, e possuem excelente saúde cardiovascular.

As gorduras presentes no óleo de coco são diferentes da maioria das gorduras de outros alimentos, e consiste principalmente de ácidos fáticos de cadeia média. Esses ácidos fáticos são metabolizados de forma diferente no corpo, indo diretamente para o fígado onde são transformados em corpos cetônicos.

Estudos comprovaram que ácidos fáticos de cadeia média tem a capacidade única de suprir o apetite, reduzindo de forma natural o consumo de calorias diárias de uma pessoa. Além disso, os ácidos fáticos promovem um aumento também no ritmo metabólico, aumentando a quantia de calorias consumidas diariamente.

Diversos estudos comprovam a eficiência de se consumir óleo de coco para pessoas que sofrem do mal de Alzheimer. O óleo de coco comprovadamente auxilia também no emagrecimento, e na perda de gordura localizada, além de suas ações naturais para o metabolismo e diminuição de consumo de calorias diárias.

A gordura não é mais demonizada como antes era, e o consumo diário dela é tomado atualmente como uma necessidade. Uma alimentação rica em gorduras é essencial para a proteção e prevenção de problemas no coração, e com a alimentação correta, também irá promover o emagrecimento.

Recomendados para você